Anual de Arte FAAP abre ao público no dia 30 de novembro


DATA


COMPARTILHE


Uma das mais tradicionais mostras coletivas de arte contemporânea do circuito paulista, a Anual de Arte FAAP retoma as atividades após dois anos de interrupção provocada pela pandemia de Covid-19. Com abertura ao público prevista para 30 de novembro, a exposição reunirá, em sua 52ª edição, trabalhos em diferentes linguagens, como pinturas, desenhos, vídeos, videoperformances, gravuras, fotografias, publicações, entre outros. 

As obras foram desenvolvidas por estudantes da FAAP, que participaram do processo de seleção que considerou, entre vários critérios, a potencialidade dos trabalhos, as referências utilizadas, além da ampliação e superação desses referenciais. 

A exposição contará com outra sala na qual serão exibidos trabalhos de artistas formados pela FAAP nos dois últimos anos e que não puderam participar devido à interrupção decorrente da pandemia. Nesse espaço, serão apresentadas seis obras selecionadas.

Artista Convidada 

Como ocorre nas edições da Anual de Arte FAAP, desde 2012, há uma sala especial dedicada aos artistas que estiveram na Residência Artística FAAP – Paris, no período anterior ao da mostra. O Programa de residência da FAAP seleciona todo semestre estudantes, artistas formados pela instituição ou professores para ocupar o estúdio 1422, que a instituição mantém desde 1997 na Cité Internationale des Arts, uma residência internacional localizada às margens do Rio Sena. 

Nesta edição, a mostra contará com a participação da artista Giulia Bianchi, que vai apresentar uma seleção das pinturas realizadas, além de material documental do processo desenvolvido durante sua estada de seis meses na Residência, onde deu continuidade às suas pesquisas para o projeto de pinturas Festin de Peintures

Formada em Artes Visuais pela FAAP, Giulia estudou pintura com o artista Paulo Whitaker e trabalhou com Henrique Oliveira. Fez parte do workshop intensivo em desenho Procedência & Propriedade, ministrado por Charles Watson, e integrou o grupo de estudos do artista Thiago Honório e da curadora Ana Paula Cohen. 

Atualmente, por meio de desenho, instalação e pintura, investiga o que ela identifica como “elementos que podem ser considerados naturais, que se encontram na natureza”, além do interesse pelo que ela entende ser a “pele do mundo”. A artista também dialoga com referências da história e do mundo contemporâneo, a partir dos gêneros tradicionais da pintura. 

Anote na agenda – Anual de Arte FAAP

Período de visitação: de 30 de novembro a 12 de fevereiro de 2023 

Horário: Segundas, quartas, quintas e sextas das 10h às 18h – última entrada às 17h30.Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h – última entrada às 17h30. 

Fechado todas as terças-feiras, mesmo quando feriado. 

Local: Salão Cultural – MAB FAAP


COMPARTILHE

COMPARTILHE

Uma das mais tradicionais mostras coletivas de arte contemporânea do circuito paulista, a Anual de Arte FAAP retoma as atividades após dois anos de interrupção provocada pela pandemia de Covid-19. Com abertura ao público prevista para 30 de novembro, a exposição reunirá, em sua 52ª edição, trabalhos em diferentes linguagens, como pinturas, desenhos, vídeos, videoperformances, gravuras, fotografias, publicações, entre outros. 

As obras foram desenvolvidas por estudantes da FAAP, que participaram do processo de seleção que considerou, entre vários critérios, a potencialidade dos trabalhos, as referências utilizadas, além da ampliação e superação desses referenciais. 

A exposição contará com outra sala na qual serão exibidos trabalhos de artistas formados pela FAAP nos dois últimos anos e que não puderam participar devido à interrupção decorrente da pandemia. Nesse espaço, serão apresentadas seis obras selecionadas.

Artista Convidada 

Como ocorre nas edições da Anual de Arte FAAP, desde 2012, há uma sala especial dedicada aos artistas que estiveram na Residência Artística FAAP – Paris, no período anterior ao da mostra. O Programa de residência da FAAP seleciona todo semestre estudantes, artistas formados pela instituição ou professores para ocupar o estúdio 1422, que a instituição mantém desde 1997 na Cité Internationale des Arts, uma residência internacional localizada às margens do Rio Sena. 

Nesta edição, a mostra contará com a participação da artista Giulia Bianchi, que vai apresentar uma seleção das pinturas realizadas, além de material documental do processo desenvolvido durante sua estada de seis meses na Residência, onde deu continuidade às suas pesquisas para o projeto de pinturas Festin de Peintures

Formada em Artes Visuais pela FAAP, Giulia estudou pintura com o artista Paulo Whitaker e trabalhou com Henrique Oliveira. Fez parte do workshop intensivo em desenho Procedência & Propriedade, ministrado por Charles Watson, e integrou o grupo de estudos do artista Thiago Honório e da curadora Ana Paula Cohen. 

Atualmente, por meio de desenho, instalação e pintura, investiga o que ela identifica como “elementos que podem ser considerados naturais, que se encontram na natureza”, além do interesse pelo que ela entende ser a “pele do mundo”. A artista também dialoga com referências da história e do mundo contemporâneo, a partir dos gêneros tradicionais da pintura. 

Anote na agenda – Anual de Arte FAAP

Período de visitação: de 30 de novembro a 12 de fevereiro de 2023 

Horário: Segundas, quartas, quintas e sextas das 10h às 18h – última entrada às 17h30.Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h – última entrada às 17h30. 

Fechado todas as terças-feiras, mesmo quando feriado. 

Local: Salão Cultural – MAB FAAP

Artes Visuais na FAAP

Inscreva-se

Outras notícias que você também pode gostar

Você está vendo:

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP


Comunicação e Audiovisual

FAAPCast | Ex-aluno conta sobre sua trajetória e conquistas no mundo de games  

Apresentado por Ana Júlia Ribeiro, o FAAPCast recebeu esta semana Rodrigo Terra, ex-aluno de Rádio e TV da FAAP, que compartilhou detalhes sobre sua trajetória desde os primeiros passos na universidade até as conquistas que o tornaram uma referência no cenário internacional.  Ao entrar na FAAP, Terra encontrou o ambiente propício para explorar sua curiosidade e múltiplos interesses. Fascinado pelos bastidores e pela parte técnica da produção audiovisual, percebeu a importância de compreender todo o processo para se destacar no mercado. Sua atuação como aluno da FAAP já mostrava sua habilidade em conectar pessoas e conteúdos, preparando o terreno para seu futuro.   A história de Rodrigo é marcada por uma série de experiências enriquecedoras, incluindo estágios em televisão, iniciação científica na FAAP e trabalhos freelancers em diversas empresas. Essas experiências culminaram na fundação da produtora FAZENDA URBANA, ao lado de seu irmão, consolidando sua posição no mercado audiovisual brasileiro.   No entanto, o ápice de sua carreira veio com o reconhecimento internacional. Terra tornou-se o primeiro brasileiro a receber um prêmio no Festival de Veneza, com sua obra “The Line”, uma mistura inovadora de instalação artística e narrativa de games, que também foi premiada com um EMMY.   Hoje, Rodrigo é cofundador da ARVORE e presidente da Abragames, e a conversa com ele abordou desde sua visão sobre conteúdo até suas reflexões sobre a essência humana, proporcionando aos ouvintes uma experiência inspiradora.  Para aqueles que desejam entender os bastidores do sucesso e as complexidades do mercado de entretenimento, este episódio do FAAPCast está disponível em nosso canal no

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP

Newsletter