MAB FAAP apresenta exposição de ex-aluna Renata Haar no projeto Mezanino Aberto

TEXTO

Comunicação FAAP



DATA


COMPARTILHE



TEXTO

Comunicação FAAP


DATA



COMPARTILHE

COMPARTILHE

 

O Museu de Arte Brasileira da FAAP (MAB FAAP) inaugura, no dia 8 de março, sexta-feira, a partir de 10h, a exposição “Inefável-Ultrafino”, da artista brasileira Renata Haar. A mostra integra o projeto Mezanino Aberto, que traz exposições de jovens artistas formados pela FAAP ou professores que fizeram parte da instituição. A artista apresenta, pela primeira vez em São Paulo, cerca de 30 obras, entre vídeos, gravuras, desenhos em papel e objetos tridimensionais.

Ao entrar na faculdade de Artes Plásticas na FAAP, Renata pôde desenvolver suas habilidades e descobrir sua vocação. “A FAAP traz uma formação muito interessante porque aprendemos todas as mídias como desenho, pintura, gravura, cerâmica. Para mim foi muito transformador desenvolver essa subjetividade”, conta a artista. No curso, ela conseguiu extrapolar os formatos e linguagens. “Ali pude experimentar, e foi ficando muito claro que não tinha o desejo de me especializar em uma mídia”, conta.

No 3º ano, Haar descobriu que haveria a possibilidade de fazer um intercâmbio com bolsa em Paris. Seguiu para a capital francesa para estudar na Escola de Belas Artes. Lá ela estudou com artistas, como os escultores Jean Luc Vilmouth e Vicent Barré, e com um dos mais proeminentes artistas contemporâneos, o francês Christian Boltanski, com quem desenvolveu também o mestrado. “Ele foi muito importante para mim. Não apenas no fazer artístico, mas no aprendizado da responsabilidade com o trabalho, na ética, no comportamento, e em pensar que tipo de imagem você vai colocar no mundo, em como vai afetar as pessoas”, conta a artista.

O “ultrafino” na obra da artista

Segundo o curador Luis Sandes, “o ultrafino pode, num certo sentido, ser entendido como algo da ordem do inefável ou também do transcendental. A exposição concentra obras em diversos suportes de Renata Haar que evidenciam sua relação com as pequenas percepções, o inefável e o transcendental. A artista abre espaço ou coloca em foco ações, gestos e seres que, antes, passavam despercebidos de nossos sentidos”, afirma.

A sutileza dos traços, a maioria feitos em papel, são características da artista. “Eu gosto de brincar com limites e definições”, conta. “O material onipresente na minha obra é o papel. Eu coleciono papéis e gosto de intervir neles. Esse contato permite também um atrito, e é uma linguagem muito diferente da pintura”. Há também questões sobre temporalidade e desaparecimento ao usar o papel como principal material em suas obras.

Destaques da exposição

Um dos trabalhos de destaque é a série “Leis da Eternidade”, com desenhos inacabados amassados em gesso que se transformam em esculturas. “Esses objetos são feitos a partir de desenhos falhados ou que, noutras palavras, “deram errado” e não assumem o status de obra para a artista. Ela amassa esses desenhos em papel e adiciona a eles gesso, criando espécies de pedras”, conta o curador.

Há também litografias sobre papel, como é o caso de “Espiral 2” e “Ruído branco sobre grama”, ambas criadas em 2022. As obras presentes na exposição foram feitas entre 2020 até os dias atuais. Entre os desenhos, estão “Dentro de algum lugar” (2021), “Noite” (2021), “Em algum lugar da queda de Ícaro II” (2022), “Equilíbrio” (2023), “Algumas coisas” (2022), “Poça azul” (2022), “Sonar pela de maçã”, (2023), “Em algum momento da queda de Ícaro 3” (2023).

Trabalho inédito em parceria com Caio Haar

Um dos trabalhos inéditos apresentados na exposição é o vídeo “Aqui-lá”, feito em colaboração com o irmão da artista, Caio Haar, que funciona como eixo central da exposição, além de criar um diálogo com o portal de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, que ocupa o mezanino do MAB.

 

Mezanino Aberto

Mezanino Aberto é um programa do MAB FAAP que busca prestigiar artistas formados pela FAAP, professores ou pessoas que fizeram parte da história da instituição, como os ex-professores, dando a oportunidade de mostrar suas obras ao público. Além do espaço para exposição, o artista selecionado tem uma verba para produção, equipe para montagem, identidade visual, orientador de público, entre outros apoios. O primeiro a ser contemplado pelo programa foi o artista Paulo Almeida, que apresentou em 2021 a instalação “Da Coleção: 1961 – 2021”. Já em 2022, o artista Laerte Ramos foi selecionado com o projeto “Sobre Rodas”. A artista Isis Gasparini apresentou “Desenredo” em 2023, e a exposição “Inefável-Ultrafino”, de Renata Haar, foi o projeto vencedor de 2024.

Sobre Renata Haar

Nascida em São Paulo, em 1981, Renata Haar estudou Artes Plásticas na FAAP, entre 2003 e 2005. Integrou um programa de intercâmbio da universidade e se mudou para a França para estudar na Escola de Belas Artes (École des Beaux-Arts de Paris), onde concluiu sua graduação. Na mesma instituição, finalizou o mestrado tendo como orientador o mestre francês Christian Boltanski (1944-2021). Logo após a temporada na França, morou em Berlim por sete anos, desenvolvendo projetos de coletivos artísticos e ajudando na formação da residência Affect, entre outras atividades. Já expôs individualmente na França e Rio de Janeiro, e em mostras coletivas em São Paulo, Bahia, Bulgária, Berlim e Paris.

Seu trabalho foi indicado para o Prix Keskar (2011) e o Prêmio Cifo (2018/19). Suas obras fazem parte de coleções privadas e públicas como o Instituto Figueiredo Ferraz (Brasil) e Collete Tornier (Residence Saint-Ange). Renata também integrou o coletivo de arte Agora (2011-2019) quando morava em Berlim, com quem se apresentou no Museu Alimentarium, Vevey, Suíça (2018), Instituto Cervantes, Berlim, Alemanha (2014) e Kunsthalle Osnabrücke, Alemanha (2017), entre outros.

Sobre Luis Sandes (curador)

Pesquisador, curador e historiador da arte. Doutorando em História da Arte pela USP, com pesquisa que relaciona a arte contemporânea brasileira ao concretismo paulista. Mestre em Sociologia da Arte pela PUC-SP, com pesquisa sobre o concretismo paulista. Escreveu em publicações brasileiras e estrangeiras. Curou exposições, no Brasil e no exterior. Escreve para enciclopédias inglesa e brasileira.

Abertura da exposição Inefável-Ultrafino, de Renata Haar

Dia 8 de março, 10h (abertura para público)
Curadoria: Luis Sandes

Período expositivo: 08 de março a 28 de abril de 2024

MAB FAAP

Endereço: Rua Alagoas, 903 – Higienópolis
Horário de funcionamento: todos os dias, exceto às terças-feiras, das 10h às 18h, com última entrada às 17h30

Entrada gratuita

MAB FAAP

Conheça

Outras notícias que você também pode gostar

Você está vendo:

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP


MAB FAAP

FAAP será palco de exposição histórica sobre Salvador Dalí

A FAAP, conhecida por abrigar exposições históricas em seus salões, recebe agora a estreia mundial de Desafio Salvador Dalí: Uma Exposição Surreal na FAAP. A exposição, produzida pela Conteúdo Criativo, foi concebida pela empresa espanhola ArtDidaktik, sob licença e supervisão da Fundação Gala-Salvador Dalí. Apresenta reproduções idênticas de 100 obras de um dos artistas mais inventivos e importantes da arte mundial, a partir do dia 1º de maio, no MAB FAAP (Museu de Arte Brasileira). A exposição é uma produção inédita e apresenta a vida e obra do artista exposta com novos suportes contemporâneos originais. As 100 obras mais importantes do artista espanhol estarão pela primeira vez juntas, em painéis gigantes fabricados na Espanha com as características exatas das pinturas originais, apresentadas com recursos de realidade aumentada. Além das obras, a exposição faz uma reconstrução fiel do ateliê onde Dalí materializou seu legado incluindo partes originais de sua residência litorânea em Port Lligat e as imagens de Gala, sua esposa e musa inspiradora. Apresenta também uma galeria audiovisual multimídia de última geração, composta por acervos exclusivos de Dalí como cineasta, designer, ilustrador, cenógrafo, diretor de arte e personagem publicitário com conteúdos originais. O público poderá interagir com as suas obras e baixar vídeos, e haverá, ainda, uma sala em que óculos de realidade aumentada irão aprofundar a experiência de criação do

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP

Newsletter