Abertura da exposição de Nicolas Vlavianos no MAB FAAP contou com a presença de personalidades do mundo das artes


DATA


COMPARTILHE



COMPARTILHE

COMPARTILHE

A abertura da exposição e o lançamento do livro “Vlavianos – A conquista do espaço” aconteceram ontem (21/09) no Museu de Arte Brasileira da FAAP. O evento contou com a presença de personalidades do mundo das artes, como os colecionadores Nilo e Heloísa Cecco, Adriana Banfi e Eduardo Passarelli, a galerista Graça Bueno e os curadores Sergio Pizoli e Adriana Rede. Também estiveram presentes a produtora cultural Luciana Colombo, a artista plástica Georgia Kyriakakis, a apresentadora Luciana Gimenez e o diretor-presidente da FAAP, Antônio Bias Bueno Guillon.

Nicolas Vlavianos foi um dos principais nomes da escultura no Brasil. Nasceu em Atenas, na Grécia, em 1929. Começou a carreira dedicando-se à pintura nos anos 1950 e se mudou para Paris, onde estudou na Académie de la Grande Chaumière, ao lado do escultor russo Ossip Zadkine, e na Académie du Feu, com o pintor húngaro László Szabó.

A exposição, que fica em cartaz até 05 de novembro no mezanino do Museu, apresenta um panorama da trajetória do artista com foco na produção escultórica dos últimos vinte anos (2001-2021). Com curadoria da professora dos cursos de artes da FAAP, Veronica Stigger, a exposição reúne aproximadamente 50 obras e estabelece relações entre peças deste período e fases mais antigas de sua longa trajetória. São esculturas e maquetes – a maioria feita em aço inox e latão – além de desenhos.

“A exposição adquire um sentido ainda maior diante do recente falecimento de Vlavianos, tornam-se uma homenagem a quem há 60 anos adotou este país e cuja trajetória tanto contribuiu para a escultura brasileira e internacional. Trajetória que, vale destacar, foi tema de três importantes retrospectivas nestas últimas duas décadas”, explica Myrine Vlavianos, filha do artista e organizadora da exposição e do livro, que tem fotografia de Romulo Fialdini e texto de Veronica Stigger.

O escultor e desenhista Nicolas Vlavianos foi também professor de Expressão Tridimensional e Escultura na FAAP de 1969 a 2017, no curso de Artes Plásticas e tem em seu currículo exposições individuais nos principais museus do país: Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAMRJ), Museu de Arte de São Paulo (MASP), Museu de Arte Brasileira (MAB FAAP) e Pinacoteca do Estado de São Paulo.

O artista tem obras monumentais em espaços públicos, especialmente na cidade de São Paulo, como a escultura Progresso no Largo do Arouche, Nuvens sobre a Cidade na Praça da Sé, Anavasis na Avenida das Nações Unidas e Homem-Pássaro no Parque da Luz. Além de esculturas no prédio da FAAP como Árvore, Brazilian Nature e Grande Mandala.

Sua obra é marcada por planos geométricos justapostos, assimétricos e irregulares e com frequência discute as relações entre ser humano e máquina. No conjunto de sua produção permanece a tensão entre forma orgânica e abstração.  


DATA


Desafio Salvador Dalí: Uma exposição surreal na FAAP

Comprar Ingresso

Outras notícias que você também pode gostar

Você está vendo:

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP

MAB FAAP

Exposição Desafio Salvador Dalí é prorrogada até 1º de setembro

Com 1200 metros quadrados de conteúdo inédito vindo da Espanha, a mostra sobre o artista surrealista já recebeu mais de 80 mil visitantes A exposição “Desafio Dalí”, em cartaz no Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), foi prorrogada até o dia 1º de setembro. Em virtude do sucesso de público, a mostra dedicada à vida e obra do icônico pintor e multiartista espanhol Salvador Dalí, inicialmente programada para encerrar em 30 de junho, estende agora seu período de exibição em São Paulo. Com uma área expositiva de mais de 1200 metros quadrados repletos de conteúdo inédito sobre o universo surrealista do artista, a exposição já recebeu mais de 80 mil visitantes desde sua inauguração. Paralelamente à ‘Desafio Salvador Dalí’, a FAAP abre, dia 25 de junho, uma nova exposição na sala Annie Alvares Penteado, também no complexo do MAB FAAP. Intitulada ‘Reverberações Surrealistas’, apresenta obras do Acervo FAAP com 137 pinturas, desenhos, gravuras, fotografias e vídeos de 87 artistas que tiveram influência do movimento surrealista. Com oito núcleos, a exposição apresenta obras em diversas linguagens com nomes como Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral e Wesley Duke Lee. Dentre os núcleos, estão também obras de fotógrafos, artistas contemporâneos e cartazes de cinema da coleção da Filmoteca FAAP. Desafio DalíA exposição prorrogada conta com obras atualmente separadas em quatro museus diferentes pelo mundo. Os mais de 100 trabalhos icônicos de Dalí podem ser vistos juntos pela primeira vez no Brasil, graças a uma tecnologia de impressão que assegura sua reprodução e ampliação mantendo as cores e texturas originais. Os conteúdos expositivos inéditos no país foram trazidos diretamente da Espanha sob licença e supervisão da Fundação Gala-Salvador Dalí. Esta mostra é uma oportunidade imperdível para os brasileiros explorarem o universo surrealista do artista e conhecerem mais sobre sua personalidade vanguardista, o respeito pelo ofício de pintor, a admiração pelas artes clássicas e a relação pouco convencional com a esposa Gala, entre outros aspectos. A vida e a obra de um gênio, cujo trabalho influenciou gerações ao redor do mundo, são apresentadas em linguagem absolutamente contemporânea e acessível. Os ingressos incluem um áudio-relato gratuito, em formato de podcast, ativado pelo celular com um código QR no dia da visita, portanto, o uso de smartphones e fones de ouvido enriquece ainda mais a experiência. Venha


MAB FAAP

MAB FAAP inaugura exposição “Reverberações Surrealistas” com 137 obras de 87 artistas

O Museu de Arte Brasileira da FAAP (MAB FAAP) abrirá suas portas para a exposição Reverberações Surrealistas no dia 25 de junho, terça-feira, até 1º de setembro de 2024. A mostra, inspirada no movimento surrealista, será realizada na sala Annie Alvares Penteado e apresentará 137 obras de 87 artistas, todos com influência do surrealismo. As obras dialogam com a exposição Desafio Salvador Dalí, em cartaz também no MAB. A curadoria é de Laura Rodríguez, graduada e pós-graduada pela FAAP. Trabalha com o MAB desde 2004, e assumiu a Coordenadora de Curadoria e Acervo do museu em 2018. “O MAB FAAP decidiu esse ano homenagear os 100 anos do Manifesto Surrealista. Além de sediar no Brasil o Desafio Salvador Dali, uma mostra abrangente sobre a obra do artista espanhol, apresenta agora uma seleção de obras do seu acervo, que denotam uma influência ou afinidade com esse movimento vasto e importante da história da arte mundial”, afirma a curadora. Núcleos Expositivos: Surrealismo entre os Modernistas: Apresenta obras que incorporam características do movimento surrealista, com alguns artistas que estiveram na Europa entre os anos 1920 e 1940, trazendo os ideais do movimento ao Brasil. Realismo Mágico: Neste núcleo serão exibidas pinturas alemãs com características surrealistas. Com obras dos artistas Walter Lewy, Hein Heckroth e Heinz Kühn, além de artistas que participaram do Realismo Mágico no Brasil, como Wesley Duke Lee. Grupo Phases: Movimento francês dos anos 1950 que chegou ao Brasil na década seguinte. O grupo defendia a expressão livre e gestos espontâneos associados aos imaginários mágico e folclórico. Além disso, destacavam a produção de crianças, pessoas com doenças mentais, povos não ocidentais e artistas populares. Entre os artistas deste núcleo, estão Fernando Odriozola, Flávio Shiró, Bernardo Cid, Wesley Duke Lee e Bin Kondo. Paisagens Metafísicas: Obras que remetem à vertente desenvolvida pelos italianos Giorgio de Chirico e Carlo Carrà na década de 1910. Inclui obras de Cecília Suzuki, Flavio Bassani, Isabel Pons, Eduardo Iglesias, Luiz Paulo Baravelli, Lula Cardoso Ayres e Sergio Vaz de Almeida Christovão. Sonhos e Fabulações: Núcleo que explora o mundo onírico incorporado pelo surrealismo. Obras de Marcello Grassmann, Roberto Magalhães e Guilherme de Faria são destaques. Fotografia Surreal: Fotografias com efeitos fantasiosos e elementos do surrealismo. Artistas como Amanda Mei, Klaus Mitteldorf e Mario Cravo Neto estão presentes. Cartazes de Cinema Surrealista: Apresenta cartazes de filmes da coleção da Filmoteca FAAP, incluindo títulos como “Medo e Delírio” de Terry Gilliam, “O Homem Elefante” de David Lynch, “A Forma da Água” de Guillermo del Toro, “Terras” de Maya Da-Rin, entre muitos outros. Ficções Contemporâneas: Obras contemporâneas que dialogam com a fantasia e a invenção fabulosa. Entre os artistas, estão Guilherme de Faria, Genietta Varsi, e Guerreiro do Divino Amor, artista suíço-brasileiro. Alguns artistas presentes estiveram na Residência Artística FAAP – São Paulo. Serviço Visitação: de 25 de junho, terça-feira, a 1º de setembro de 2024 Sala Annie Alvares Penteado MAB FAAP Endereço: Rua Alagoas, 903 – Higienópolis Horário de funcionamento: De terça-feira a domingo, das 9h às 20h (acesso até 19h30) Fechado às segundas-feiras, inclusive quando feriado Entrada

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP

Newsletter