MASTERCLASS DA PÓS-GRADUAÇÃO DA FAAP DISCUTE POLÊMICAS DA REPRESENTAÇÃO DO HOLOCAUSTO NO DOCUMENTÁRIO

CATEGORIA


DATA


COMPARTILHE


No dia 29 de setembro, a FAAP, por meio de seu curso de Pós-graduação em Documentário, promove a palestra “Imaginar apesar de tudo: problemas e polêmicas em torno da representação do Holocausto no campo documental”, que será ministrada pela pesquisadora e artista Ilana Feldman.

Durante o evento, serão discutidos temas como a emergência da palavra e o testemunho no documentário: O caso paradigmático de Shoah (1985), de Claude Lanzmann; quando as imagens faltam ou são insuficientes: as polêmicas históricas em torno da representação do Holocausto no cinema; o pensamento de Georges Didi-Huberman diante da catástrofe: Imagens apesar de tudo (2003); Cascas (2011); Sair do escuro (2015); Pode a imagem se sublevar? Da iminência da morte ao trabalho do olhar na exposição “Levantes”, de Georges Didi-Huberman.

A palestrante estabelecerá, ainda, um diálogo com as teorias do pensador francês Georges Didi-Huberman, que interroga a capacidade de sobrevivência, resistência e sublevação de certas imagens, expressando “o corpo humano movimentando-se em busca de emancipação”. Mas pode a imagem se sublevar? Desorganizar a hierarquia? E, quando as imagens faltam, devemos imaginar?

Há o caso paradigmático de Shoah, documentário de Claude Lanzmann. Através de testemunhos de sobreviventes, o filme reflete sobre a inominável tragédia do Holocausto sem apresentar uma imagem de arquivo – num dos mais importantes gestos estéticos e políticos de um artista no século XX. Essa perspectiva, de Shoah como um evento “irrepresentável”, vem sendo debatida por alguns dos maiores intelectuais da atualidade, como Georges Didi-Huberman, Jacques Rancière e Giorgio Agamben. Nesse debate, há a percepção de que as imagens não dão conta de representar certas catástrofes e eventos traumáticos, senão como testemunhos sempre parciais.

ILANA FELDMAN

É pesquisadora, professora e crítica. Doutora em Cinema pela Escola de Comunicações e Artes da USP, com passagem pelo Departamento de Filosofia, Artes e Estética da Universidade Paris VIII, desenvolveu a tese “Jogos de cena: ensaios sobre o documentário brasileiro contemporâneo”. Em 2011, foi curadora da mostra “David Perlov: epifanias do cotidiano”, realizada na Cinemateca Brasileira em São Paulo e no Instituto Moreira Salles no Rio de Janeiro, a qual deu origem a uma publicação de mesmo nome. De março de 2013 a agosto de 2014, foi curadora do ciclo de filmes “O Cinema e o Irrepresentável”, realizado mensalmente no Centro da Cultura Judaica de São Paulo. Nos últimos anos, tem escrito para diversos jornais e revistas (caderno Ilustríssima, da Folha de S. Paulo, revista Cult, revista Bravo!, entre outras), incluindo as publicações acadêmicas. Atualmente, realiza pós-doutorado em Teoria Literária no Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP, com pesquisa sobre cinema, testemunho e autobiografia a partir da obra do cineasta David Perlov.

FAÇA AQUI A SUA INSCRIÇÃO


MASTERCLASS COM ILANA FELDMAN

Data: 29 de setembro

Horário: das 19h às 22h30

Local: Auditório 1 da FAAP – Prédio 3

Mais informações: pos.faap.br

Entrada Gratuita

Vagas limitadas


DATA



CATEGORIA


COMPARTILHE

COMPARTILHE

No dia 29 de setembro, a FAAP, por meio de seu curso de Pós-graduação em Documentário, promove a palestra “Imaginar apesar de tudo: problemas e polêmicas em torno da representação do Holocausto no campo documental”, que será ministrada pela pesquisadora e artista Ilana Feldman.

Durante o evento, serão discutidos temas como a emergência da palavra e o testemunho no documentário: O caso paradigmático de Shoah (1985), de Claude Lanzmann; quando as imagens faltam ou são insuficientes: as polêmicas históricas em torno da representação do Holocausto no cinema; o pensamento de Georges Didi-Huberman diante da catástrofe: Imagens apesar de tudo (2003); Cascas (2011); Sair do escuro (2015); Pode a imagem se sublevar? Da iminência da morte ao trabalho do olhar na exposição “Levantes”, de Georges Didi-Huberman.

A palestrante estabelecerá, ainda, um diálogo com as teorias do pensador francês Georges Didi-Huberman, que interroga a capacidade de sobrevivência, resistência e sublevação de certas imagens, expressando “o corpo humano movimentando-se em busca de emancipação”. Mas pode a imagem se sublevar? Desorganizar a hierarquia? E, quando as imagens faltam, devemos imaginar?

Há o caso paradigmático de Shoah, documentário de Claude Lanzmann. Através de testemunhos de sobreviventes, o filme reflete sobre a inominável tragédia do Holocausto sem apresentar uma imagem de arquivo – num dos mais importantes gestos estéticos e políticos de um artista no século XX. Essa perspectiva, de Shoah como um evento “irrepresentável”, vem sendo debatida por alguns dos maiores intelectuais da atualidade, como Georges Didi-Huberman, Jacques Rancière e Giorgio Agamben. Nesse debate, há a percepção de que as imagens não dão conta de representar certas catástrofes e eventos traumáticos, senão como testemunhos sempre parciais.

ILANA FELDMAN

É pesquisadora, professora e crítica. Doutora em Cinema pela Escola de Comunicações e Artes da USP, com passagem pelo Departamento de Filosofia, Artes e Estética da Universidade Paris VIII, desenvolveu a tese “Jogos de cena: ensaios sobre o documentário brasileiro contemporâneo”. Em 2011, foi curadora da mostra “David Perlov: epifanias do cotidiano”, realizada na Cinemateca Brasileira em São Paulo e no Instituto Moreira Salles no Rio de Janeiro, a qual deu origem a uma publicação de mesmo nome. De março de 2013 a agosto de 2014, foi curadora do ciclo de filmes “O Cinema e o Irrepresentável”, realizado mensalmente no Centro da Cultura Judaica de São Paulo. Nos últimos anos, tem escrito para diversos jornais e revistas (caderno Ilustríssima, da Folha de S. Paulo, revista Cult, revista Bravo!, entre outras), incluindo as publicações acadêmicas. Atualmente, realiza pós-doutorado em Teoria Literária no Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP, com pesquisa sobre cinema, testemunho e autobiografia a partir da obra do cineasta David Perlov.

FAÇA AQUI A SUA INSCRIÇÃO


MASTERCLASS COM ILANA FELDMAN

Data: 29 de setembro

Horário: das 19h às 22h30

Local: Auditório 1 da FAAP – Prédio 3

Mais informações: pos.faap.br

Entrada Gratuita

Vagas limitadas

Mercado e comportamento no Século XXI

Garanta sua vaga

Outras notícias que você também pode gostar

Você está vendo:

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP


Comunicação e Audiovisual

FAAPCast | Ex-aluno conta sobre sua trajetória e conquistas no mundo de games  

Apresentado por Ana Júlia Ribeiro, o FAAPCast recebeu esta semana Rodrigo Terra, ex-aluno de Rádio e TV da FAAP, que compartilhou detalhes sobre sua trajetória desde os primeiros passos na universidade até as conquistas que o tornaram uma referência no cenário internacional.  Ao entrar na FAAP, Terra encontrou o ambiente propício para explorar sua curiosidade e múltiplos interesses. Fascinado pelos bastidores e pela parte técnica da produção audiovisual, percebeu a importância de compreender todo o processo para se destacar no mercado. Sua atuação como aluno da FAAP já mostrava sua habilidade em conectar pessoas e conteúdos, preparando o terreno para seu futuro.   A história de Rodrigo é marcada por uma série de experiências enriquecedoras, incluindo estágios em televisão, iniciação científica na FAAP e trabalhos freelancers em diversas empresas. Essas experiências culminaram na fundação da produtora FAZENDA URBANA, ao lado de seu irmão, consolidando sua posição no mercado audiovisual brasileiro.   No entanto, o ápice de sua carreira veio com o reconhecimento internacional. Terra tornou-se o primeiro brasileiro a receber um prêmio no Festival de Veneza, com sua obra “The Line”, uma mistura inovadora de instalação artística e narrativa de games, que também foi premiada com um EMMY.   Hoje, Rodrigo é cofundador da ARVORE e presidente da Abragames, e a conversa com ele abordou desde sua visão sobre conteúdo até suas reflexões sobre a essência humana, proporcionando aos ouvintes uma experiência inspiradora.  Para aqueles que desejam entender os bastidores do sucesso e as complexidades do mercado de entretenimento, este episódio do FAAPCast está disponível em nosso canal no

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP

Newsletter