GABRIEL WICKBOLD APRESENTA RETROSPECTIVA NO MUSEU DE ARTE BRASILEIRA DA FAAP

CATEGORIA


DATA


COMPARTILHE


As séries autorais de Gabriel Wickbold são construídas por meio de narrativas inspiradas no ser humano inserido em questões cotidianas. Sustentabilidade, envelhecimento, tecnologia, conectividade, luz e corpo são algumas das temáticas exploradas pelo fotógrafo, que apresenta a individual “Gabriel Wickbold 2020”, no Museu de Arte Brasileira da FAAP (MAB FAAP), a partir de 11 de março. A mostra retrospectiva reúne mais de 100 obras que integram cinco das séries desenvolvidas pelo artista nos últimos 12 anos. São elas: “I am Light”, “Naïve”, “Sexual Colors”,”I am on-line” e “Sans Tache”.

Expoente da fotografia contemporânea, Gabriel Wickbold destaca-se pela estética de suas obras. O uso de cores extravagantes é um recurso que aplica para captar a atenção do público, que é convidado a adentrar em temáticas complexas da experiência humana por meio da dualidade entre fantasia e realidade. A primeira mostra institucional de Wickbold é marcada pelo uso da tecnologia e acontece como um desdobramento do livro homônimo que lançou no último ano durante a 15ª edição do Festival Internacional de Arte de São Paulo (SP-Arte).

Dividida em cinco salas do MAB FAAP, a mostra dedica um espaço para cada série, em um percurso que conecta o público à trajetória do artista por meio de seus trabalhos mais icônicos. “I am Light” (2018) converge pinturas humanas com a aplicação de glitter e tem como resultado telas com cores potentes, que criam efeitos de aura nos personagens. “Sans Tache” (2014) critica a relação do homem com o envelhecimento e provoca uma reflexão sobre as marcas de expressão e o uso abusivo de recursos de computação para manipular uma estética inatingível. Em “I am online” (2016), o fotógrafo discute o sufocamento causado pela alta conectividade com a internet e as máscaras que criamos para as redes sociais.

A individual no MAB FAAP é uma oportunidade para o público conhecer a pesquisa e estética do trabalho do artista, que já passou por importantes feiras no Brasil e no mundo. Espaço de prestígio, o Museu já recebeu outros relevantes nomes da fotografia como Mario Testino, Bob Wolfenson, Bob Gruen e JR Duran.

 

 

Confira algumas obras expostas na mostra 

 

 

Gabriel Wickbold 2020

Onde: Museu de Arte Brasileira da FAAP

Endereço: R. Alagoas, 903 – Higienópolis, São Paulo

Quando: 11 de março a 23 de maio

Seguindo as novas medidas do governo de São Paulo para prevenção do Coronavírus, comunicamos que o Museu de Arte Brasileira de São Paulo – MAB- FAAP estará fechado de 17 de março a 17 de abril de 2020.

Horários: De segunda a sexta-feira, das 10h às 19h – última entrada às 18hAos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h – última entrada às 17h (Fechado às terças-feiras, inclusive quando feriado)

Entrada Gratuita


DATA



CATEGORIA


COMPARTILHE

COMPARTILHE

As séries autorais de Gabriel Wickbold são construídas por meio de narrativas inspiradas no ser humano inserido em questões cotidianas. Sustentabilidade, envelhecimento, tecnologia, conectividade, luz e corpo são algumas das temáticas exploradas pelo fotógrafo, que apresenta a individual “Gabriel Wickbold 2020”, no Museu de Arte Brasileira da FAAP (MAB FAAP), a partir de 11 de março. A mostra retrospectiva reúne mais de 100 obras que integram cinco das séries desenvolvidas pelo artista nos últimos 12 anos. São elas: “I am Light”, “Naïve”, “Sexual Colors”,”I am on-line” e “Sans Tache”.

Expoente da fotografia contemporânea, Gabriel Wickbold destaca-se pela estética de suas obras. O uso de cores extravagantes é um recurso que aplica para captar a atenção do público, que é convidado a adentrar em temáticas complexas da experiência humana por meio da dualidade entre fantasia e realidade. A primeira mostra institucional de Wickbold é marcada pelo uso da tecnologia e acontece como um desdobramento do livro homônimo que lançou no último ano durante a 15ª edição do Festival Internacional de Arte de São Paulo (SP-Arte).

Dividida em cinco salas do MAB FAAP, a mostra dedica um espaço para cada série, em um percurso que conecta o público à trajetória do artista por meio de seus trabalhos mais icônicos. “I am Light” (2018) converge pinturas humanas com a aplicação de glitter e tem como resultado telas com cores potentes, que criam efeitos de aura nos personagens. “Sans Tache” (2014) critica a relação do homem com o envelhecimento e provoca uma reflexão sobre as marcas de expressão e o uso abusivo de recursos de computação para manipular uma estética inatingível. Em “I am online” (2016), o fotógrafo discute o sufocamento causado pela alta conectividade com a internet e as máscaras que criamos para as redes sociais.

A individual no MAB FAAP é uma oportunidade para o público conhecer a pesquisa e estética do trabalho do artista, que já passou por importantes feiras no Brasil e no mundo. Espaço de prestígio, o Museu já recebeu outros relevantes nomes da fotografia como Mario Testino, Bob Wolfenson, Bob Gruen e JR Duran.

 

 

Confira algumas obras expostas na mostra 

 

 

Gabriel Wickbold 2020

Onde: Museu de Arte Brasileira da FAAP

Endereço: R. Alagoas, 903 – Higienópolis, São Paulo

Quando: 11 de março a 23 de maio

Seguindo as novas medidas do governo de São Paulo para prevenção do Coronavírus, comunicamos que o Museu de Arte Brasileira de São Paulo – MAB- FAAP estará fechado de 17 de março a 17 de abril de 2020.

Horários: De segunda a sexta-feira, das 10h às 19h – última entrada às 18hAos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h – última entrada às 17h (Fechado às terças-feiras, inclusive quando feriado)

Entrada Gratuita

Vestibular FAAP 2024

Inscreva-se

Outras notícias que você também pode gostar

Você está vendo:

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP


Direito

Folha de S. Paulo destaca parceria da FAAP com universidades europeias para alunos de Direito 

Conforme destacado pelo jornal Folha de S. Paulo, a Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) firmou uma parceria estratégica com três universidades europeias. A colaboração visa enriquecer a experiência acadêmica dos alunos de Direito da instituição, proporcionando-lhes oportunidades únicas de intercâmbio internacional.  A notícia ganha destaque ao ressaltar que, ao participarem desse intercâmbio, os alunos da FAAP não apenas ampliam seus horizontes culturais, mas também não perdem o semestre letivo. Essa abordagem permite que os estudantes vivenciem novas perspectivas acadêmicas e culturais, sem comprometer seus estudos.  A FAAP, reconhecida por sua visão globalizada, já possui convênios com mais de 350 universidades ao redor do mundo, consolidando-se como uma instituição comprometida com a formação acadêmica internacional de seus alunos. A parceria com universidades europeias para os alunos de Direito é mais um passo em direção à excelência acadêmica e à formação de profissionais globais, prontos para enfrentar os desafios da profissão.  O coordenador do curso, Fernando José da Costa, ressalta que “Ter vivido e estudado no exterior é frequentemente valorizado pelos empregadores, destacando a adaptabilidade, a diversidade de perspectivas e o empenho em desafios impostos por conviver em outros países”.  Destacando o compromisso da FAAP em preparar profissionais capazes de lidar com as demandas contemporâneas, o curso de Direito da instituição visa formar estudantes não apenas como juristas, mas como agentes ativos em uma sociedade cada vez mais complexa. O programa oferece uma abordagem holística, permitindo que os alunos compreendam aspectos históricos, políticos e econômicos em um contexto nacional e internacional.  Leia a matéria completa: clique aqui  O CURSO DE DIREITO FAAP  O curso de Direito da FAAP proporciona uma formação abrangente e aprofundada sobre as relações humanas, as práticas legais e o funcionamento dos sistemas jurídicos. São oferecidas todas as matérias tradicionais da formação jurídica (Direito Civil, Direito Penal, Direito Constitucional, Direito Processual, Direito Empresarial, Direito Internacional, Ética Profissional etc.) em conjunto com atividades culturais e disciplinas humanísticas (Teatro, Oratória, Filosofia, Psicologia etc.), que permitem conhecimentos sobre Justiça e Poder, Segurança Pública e Segurança Jurídica, Tecnologia e Relações Digitais, Direito Ambiental Empresarial, Direito Desportivo, Direito do Entretenimento


Design

Da FAAP para o mundo: Bianca Cutait fala sobre sua trajetória como marchand em Nova York

A ex-aluna Bianca Cutait voltou ao campus da FAAP nesta terça-feira, 06, para falar sobre a carreira de sucesso que vem construindo como marchand no disputado mercado de artes em Nova York. Ela participou de uma live conduzida pelo professor Rubens Fernandes Junior. Desde que saiu da FAAP, Bianca se especializou no mercado de artes, galerias e grandes exposições. Ela tem o orgulho de dizer que é a primeira (e única!) executiva latina da casa de leilões Bonhams, uma das maiores e mais renomadas do mundo. De passagem no Brasil para captar obras para consignar para os Estados Unidos, Europa e outros lugares, a executiva acredita que os olhos estão voltados para o mercado de arte brasileiro. Bianca contou que já ocupou cargos em diversas posições na indústria da arte no Brasil, Estados Unidos e Suíça. De perfil “mão na massa”, ela chegou a varrer o chão e pintar paredes de galerias, até alcançar a importante posição que ocupa hoje. A paulistana também já escreveu sobre o mercado de arte para publicações de grande porte, como Robb Report Brasil, Forbes e Vogue. “A educação formal universitária é extremamente importante para os passos que você vai dar na frente”, disse Bianca. Ela contou que a FAAP foi um dos principais pilares de sua carreira. Ela ingressou como aluna de Administração, mas no meio do curso decidiu fazer uma transferência interna para Relações Públicas, área na qual se formou. Bianca hoje trabalha na Bonhams como especialista em arte do pós-guerra e contemporânea. E, além disso, também fundou uma consultoria de arte internacional com uma galeria em Miami, exibindo tanto artistas americanos quanto latino-americanos. Ela também é proprietária em um negócio de produtos de canabidiol nos Estados Unidos e especialista em NFTs. Durante a entrevista, Bianca revelou que é fluente em português, inglês, espanhol, italiano e estudante de francês. Diz que é curiosa e nerd, e aprendeu línguas para poder ler histórias e textos nas suas línguas nativas, não só as peças traduzidas. Assista aqui a entrevista na íntegra. A entrevista foi conduzida pelo professor Rubens Fernandes Junior, que além de uma belíssima carreira de mais de quatro décadas na FAAP é um importante pesquisador, colecionador e crítico de fotografia, ex-curador de fotos da Pinacoteca e do MASP e organizador de diversos livros e exposições sobre o

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP

Newsletter