FAAPCAST recebe Thiago Valadares, explorando o universo do Metaverso e a revolução da Web 3.0 

TEXTO

Comunicação FAAP


FOTOS

Rafayane Carvalho/FAAP


CATEGORIA


DATA


COMPARTILHE


Professora Ana Júlia Ribeiro e Thiago Valadares | Foto: Rafayane Carvalho/FAAP


TEXTO

Comunicação FAAP


FOTOS

Rafayane Carvalho/FAAP


DATA



CATEGORIA


COMPARTILHE

COMPARTILHE

Abrindo uma nova temporada, o FAAPCAST teve a honra de receber Thiago Valadares, especialista em tecnologia, coordenador da escola do metaverso e ex-aluno de Relações Públicas da FAAP. Um apaixonado pela vida declarado, Thiago foi presidente da atlética na época de faculdade e compartilhou sua trajetória e insights sobre o mundo digital.  

Na época de aluno FAAP, seu pai dizia que sua profissão era definida como “estudante”, e, com esse apoio, ele pôde se aprofundar e mergulhar em diversos programas oferecidos pela instituição. Thiago encontrou uma paixão por eventos durante este período. A reviravolta em sua vida ocorreu ao adquirir duas casas noturnas em São Paulo, mas ao finalizar a graduação, por motivos pessoais, migrou para o universo digital, onde uma nova fase em sua vida começava.  

Durante a entrevista, Valadares também destaca a evolução constante da internet e direciona sua atenção para o mercado emergente da Web 3.0, a internet descentralizada. Ele enfatiza a ausência de um “dono” sobre as informações compartilhadas na nuvem, proporcionando maior autonomia aos usuários.  

O especialista em metaverso esclarece que existem diversos metaversos, cada um com um propósito específico, como aprender, empreender, distrair e se entreter. Ele ressalta o equilíbrio como o segredo da vida, enfatizando a importância da harmonia e a conexão com a natureza para “manter os pés no chão”.  

Thiago destaca seu papel como pioneiro em aplicativos de jogos para celular, impulsionado pela inspiração de seu filho, Enzo. Ele compartilha a relevância da FAAP em sua vida, destacando as valiosas conexões estabelecidas durante sua passagem pela instituição, algumas das quais mantém até hoje.  

Membro ativo do FAAP Angels, Thiago enfatiza a união de pessoas e oportunidades proporcionadas pela comunidade. Como palestrante, revela que o tema mais procurado é “o que vem pela frente”, destacando a importância de considerar passado, presente e futuro para inovar e se preparar para os desafios futuros. 

Dentro da Web 3.0, Thiago aborda a presença predominante dos NFTs, ressaltando que sua verdadeira relevância só se manifesta dentro de comunidades. Ele destaca a instabilidade tecnológica que ainda impede uma exploração completa de seu potencial, indicando que o metaverso é a chave para a era da imortalidade digital. 

Refletindo sobre as tecnologias, Thiago questiona se estamos utilizando-as corretamente e destaca a importância de aprender socialmente a decodificar informações. Ele prevê que ainda cometeremos muitos erros na maneira como lidamos com dispositivos, mas reforça a importância de aprender e evoluir nesse processo.  

Thiago Valadares, uma figura inspiradora, proporcionou uma visão fascinante sobre o futuro tecnológico, destacando a importância da comunidade, equilíbrio e inovação para enfrentar os desafios que estão por vir. 

Confira o episódio completo no Youtube da FAAP. 

Cursos Livres e Idiomas FAAP 2024

Confira a lista de cursos

Outras notícias que você também pode gostar

Você está vendo:

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP

Na FAAP

FAAPCAST | Ex-aluno fala sobre sua trajetória como empreendedor 

O FAAPCAST da semana, apresentado pela profa. Ana Julia Ribeiro, recebeu Joseph Teperman, um ex-aluno de Administração FAAP, que alcançou reconhecimento como finalista do Prêmio Jabuti em 2020, o mais tradicional prêmio literário do Brasil. Sua escolha pelo curso Administração foi motivada pela perspectiva de obter uma formação que lhe oferecesse amplitude e uma variedade de opções futuras. Quando questionado sobre o papel de um administrador, Joseph descreve como “alguém que olha pro futuro e antecipa as tendências, mas sempre de olho no presente pra tocar a operação”. Com uma visão apurada sobre o tempo, Joseph enfatiza que o futuro está sendo moldado coletivamente por todos nós. Ele acredita firmemente na responsabilidade individual de criar e moldar o próprio destino, vivenciando plenamente o presente. O título de seu livro, “Anticarreira”, convida a uma reflexão profunda sobre o conceito de carreira. Durante os dois anos de pesquisa para sua criação, Joseph descobriu que a palavra “carreira”, em latim, significa “caminho estreito”. Ele argumenta que as pessoas que se sentem perdidas durante as transições de carreira são aquelas que seguiram um caminho excessivamente limitado. Para ele, o equilíbrio na vida é uma questão de saber quando introduzir caos ou ordem, com o objetivo de estimular a criatividade e a vitalidade. Além de suas conquistas profissionais, Joseph é um apreciador de vinho e tem um profundo interesse pelo tênis. Atualmente, dedica-se com afinco ao papel de pai, buscando momentos de qualidade ao lado de sua filha, Stella. Joseph Teperman afirma ter encontrado sua verdadeira vocação em 2005, um marco crucial em sua jornada. Em entrevistas, ele mergulha em debates profundos sobre trabalho, futuro, propósito e as experiências que moldaram sua trajetória. Para saber mais sobre suas reflexões, confira o episódio completo clicando


Comunicação e Audiovisual

FAAP explora as tendências e insights do SXSW com convidados 

Um encontro na FAAP reuniu algumas das mentes influentes do cenário da Comunicação no Brasil para uma discussão sobre os insights colhidos no South by Southwest (SXSW), realizado anualmente em Austin, Texas. Sob o convite da Professora Regina Augusto, figuras como Eduardo Zanelato, Diretor da Ágora PR, Ian Black, Presidente da New Vegas, e Juliana Vilhena Nascimento, Diretora Geral da FCB/Six, se juntaram para compartilhar suas visões e análises sobre as principais tendências em inovação, tecnologia, negócios e entretenimento apresentadas no evento. “As discussões aqui não foram sobre o festival em si, mas sobre questões importantes a partir de três pontos de vistas muito ricos”, disse a Professora Regina Augusto. Ian Black iniciou as conversas explorando a dinâmica do tempo presente no ambiente de trabalho. Ele ressaltou a fascinação do SXSW pelo futuro, mas destacou uma oportunidade igualmente significativa nos dias de hoje. Ao abordar o tema do “futuro do trabalho”, Black provocou reflexões sobre como as organizações devem adaptar-se às demandas das novas gerações, ao mesmo tempo em que alertou contra a armadilha de rotular as pessoas em categorias geracionais estáticas. Segundo o publicitário, o verdadeiro desafio reside em encontrar um equilíbrio adaptativo, reconhecendo a diversidade de estilos e abordagens individuais. Juliana Nascimento, por sua vez, concentrou-se no tema da convergência tecnológica, um dos aspectos mais marcantes do SXSW. Ela destacou a profusão de conteúdos e discussões relacionadas aos impactos da tecnologia em nossas vidas pessoais e profissionais. Enfatizando que a verdadeira essência da experiência humana transcende a capacidade das máquinas, Nascimento sublinhou a importância de cultivar uma consciência crítica em relação aos vieses presentes na inteligência artificial, incumbindo os seres humanos da responsabilidade de diminuir esses desafios. “Sejam curiosos. É a perpétua vontade de aprender que nos faz crescer”, disse Juliana, como um conselho aos estudantes presentes. Eduardo Zanelato trouxe à tona a relevância das conexões humanas em meio a um panorama marcado por narrativas emergentes e debates acalorados. Ele comentou sobre a importância de harmonizar diferentes perspectivas para abordar temas complexos, promovendo assim uma compreensão mais inclusiva. Ao discorrer sobre a noção de “futuro ancestral”, Zanelato compartilhou sua própria jornada de conexão e respeito à Terra, enriquecida pelas experiências do evento, ressaltando a valorização da diversidade como um elemento essencial para reflexões profundas e transformadoras. O encontro proporcionou uma rica troca de ideias e perspectivas, instigando os participantes a mergulhar em suas próprias reflexões e aspirações. A discussão sobre as tendências e insights do SXSW não apenas enriqueceu o repertório dos presentes, mas também inspirou uma reflexão contínua sobre os desafios e oportunidades que moldam nosso mundo em constante


Na FAAP

1º Encontro AgroFAAP reúne autoridades para debater o Agronegócio 

A FAAP sediou e produziu o 1º Encontro AgroFAAP, promovido pela liga estudantil, em uma iniciativa que reuniu renomados especialistas e autoridades do setor agropecuário. Recebidos por Luis Sobral, CEO da FAAP, por Rafael Possik, professor e mentor da liga AgroFAAP, e por Eduardo Levy Sassi, ex-aluno de Direito FAAP, o evento contou com a presença de figuras importantes como Ingo Plöger, Julio Ramos, Luis Rua, Diógenes Kassaoka e Aldo Rebelo, que compartilharam insights valiosos sobre os desafios e perspectivas do agronegócio brasileiro e mundial.   Ingo Plöger, empresário e Presidente do CEAL – Conselho Empresarial da América Latina e membro do novo Conselho Personalidades Intelectuais, Culturais e Empresariais da FAAP, iniciou as discussões apresentando um panorama abrangente que abordou desde a origem da vida no planeta Terra até as tendências contemporâneas que moldam os agronegócios. Na ocasião, Plöger destacou os principais obstáculos enfrentados pelo setor, proporcionando uma reflexão enriquecedora aos participantes.  “No agro a gente tem muito a oferecer. Não só naquilo que nós somos e aquilo que nós temos, mas também a nossa contribuição em termos de mundo”, disse o empresário.  Julio Ramos, Secretário-Adjunto de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura e Pecuária, enfatizou a importância do momento de transformação que o Brasil atravessa e as oportunidades que surgem no âmbito do agronegócio. Destacando a relação entre economia de mercado e desenvolvimento social, Ramos ressaltou que “Ter o agro como uma possibilidade sustentável, gera emprego, gera renda”.   Luis Rua, Diretor de Mercados da ABPA – Associação Brasileira de Proteína, contribuiu para o debate ao compartilhar sua expertise sobre o cenário mercadológico internacional do agro brasileiro. Ressaltando a significativa contribuição do agronegócio para a economia nacional e sua influência nos mercados globais, Rua encorajou os presentes para que “Busquem, sejam curiosos. O agronegócio movimenta nossa economia, e é a certeza que coloca o Brasil no centro.”    Diógenes Kassaoka, Subsecretário do Abastecimento de Segurança Alimentar, abordou a evolução histórica do conceito de segurança alimentar, desde os tempos da Primeira Guerra Mundial até os desafios contemporâneos. Kassaoka ressaltou a relevância dos aspectos políticos na promoção da segurança alimentar e instigou os participantes a refletirem sobre os impactos das decisões políticas nesse contexto.   Encerrando o evento, Aldo Rebelo, Secretário Municipal de Relações Internacionais, trouxe à tona questões cruciais relacionadas ao código florestal brasileiro e à legislação ambiental vigente. Enfatizando a importância da agropecuária e agricultura para o desenvolvimento sustentável do Brasil, Rebelo destacou o papel dos recursos naturais do país no contexto nacional e internacional, evidenciando sua relevância para a população brasileira e além-fronteiras.   O 1º Encontro AgroFAAP consolidou-se como um espaço de diálogo e reflexão sobre os desafios e oportunidades no setor agropecuário, reunindo diversas perspectivas e contribuições valiosas para o avanço sustentável do agronegócio brasileiro. Este evento reafirma o compromisso da FAAP com o desenvolvimento dos graduandos, trazendo figuras e discussões importantes sobre o estado socioeconômico do país.  Confira como foi o evento na íntegra clicando

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP

Newsletter