A TRAJETÓRIA DA MUSA DO CINEMA NOVO E DO CINEMA MARGINAL HELENA IGNEZ SERÁ TEMA DO PRÓXIMO “DIÁLOGOS NA WEB-FAAP” – 15 DE DEZEMBRO

CATEGORIA


DATA


COMPARTILHE


No dia 15 de dezembro, a 30ª edição do “Diálogos na Web-FAAP” contará com a participação da atriz Helena Ignez, que possui mais de 60 anos de produção nos vários campos das artes cênicas e cinematográficas.

Com o tema “Do cinema novo ao cinema contemporâneo passando pelo cinema marginal: a trajetória de uma atriz inquieta”, o encontro terá a mediação do professor Humberto Neiva, coordenador do curso de Cinema da FAAP.

A conversa será destinada à comunidade faapiana e ao público externo. O evento poderá ser visto clicando no link:https://zoom.us/j/99962310346?pwd=d1l6VHBjV1JyMzExMU04VHVLekhHdz09(Senha de acesso: 3i434t03)

Helena Ignez já foi homenageada na Ásia e na Europa, como no 20º Fribourg International Film Festival, na Suíça, com a Mostra “La Femme du Bandit”, com 25 de seus filmes, e no 17º Festival of Kerala, na Índia, com a exibição de 6 filmes em que trabalhou como atriz ou diretora e foi a homenageada de 2017 do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Helena fez seu primeiro filme com Glauber Rocha, como atriz no “Pátio” em 1959. Fez inúmeros filmes do cinema novo, como “A Grande Feira”, “O Grito da Terra”, “O Assalto ao Trem Pagador” e “O Padre e a Moça”. Começou sua parceria criativa com Rogério Sganzerla em 1968 e atuou em quase todos os seus filmes. Ela dirigiu os filmes “Reinvenção da Rua”, “A Miss e o Dinossauro – Bastidores da Belair”, “Canção de Baal”, “Luz nas Trevas – A Volta do Bandido da Luz Vermelha”, “Feio, Eu?”, “Poder dos Afetos”, selecionado para o 67º Festival del film Locarno em 2014, “Ossos”, “Ralé”, exibido no 34º Filmfest Munchen em 2016 e “A Moça do Calendário”, roteiro original de Rogério Sganzerla, lançado nos cinemas no segundo semestre de 2018 após ser exibido e premiado em festivais. Seu último longa-metragem é o documentário “Fakir”, premiado como Melhor Filme pelo Júri Popular do 9º CineFantasy 2019 e Melhor Filme Longa-Metragem pelo Júri Oficial do 1º Festival As Amazonas do Cinema 2020.

DIA: 15/12 (TERÇA-FEIRA)

HORÁRIO: 16h

DURAÇÃO: 1 HORA

PÚBLICO: ALUNOS, PROFESSORES E PÚBLICO EXTERNO

ASSUNTO DO DEBATE: DO CINEMA NOVO AO CINEMA CONTEMPORÂNEO PASSANDO PELO CINEMA MARGINAL: A TRAJETÓRIA DE UMA ATRIZ INQUIETACONVIDADA: HELENA IGNEZ


DATA



CATEGORIA


COMPARTILHE

COMPARTILHE

No dia 15 de dezembro, a 30ª edição do “Diálogos na Web-FAAP” contará com a participação da atriz Helena Ignez, que possui mais de 60 anos de produção nos vários campos das artes cênicas e cinematográficas.

Com o tema “Do cinema novo ao cinema contemporâneo passando pelo cinema marginal: a trajetória de uma atriz inquieta”, o encontro terá a mediação do professor Humberto Neiva, coordenador do curso de Cinema da FAAP.

A conversa será destinada à comunidade faapiana e ao público externo. O evento poderá ser visto clicando no link:https://zoom.us/j/99962310346?pwd=d1l6VHBjV1JyMzExMU04VHVLekhHdz09(Senha de acesso: 3i434t03)

Helena Ignez já foi homenageada na Ásia e na Europa, como no 20º Fribourg International Film Festival, na Suíça, com a Mostra “La Femme du Bandit”, com 25 de seus filmes, e no 17º Festival of Kerala, na Índia, com a exibição de 6 filmes em que trabalhou como atriz ou diretora e foi a homenageada de 2017 do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Helena fez seu primeiro filme com Glauber Rocha, como atriz no “Pátio” em 1959. Fez inúmeros filmes do cinema novo, como “A Grande Feira”, “O Grito da Terra”, “O Assalto ao Trem Pagador” e “O Padre e a Moça”. Começou sua parceria criativa com Rogério Sganzerla em 1968 e atuou em quase todos os seus filmes. Ela dirigiu os filmes “Reinvenção da Rua”, “A Miss e o Dinossauro – Bastidores da Belair”, “Canção de Baal”, “Luz nas Trevas – A Volta do Bandido da Luz Vermelha”, “Feio, Eu?”, “Poder dos Afetos”, selecionado para o 67º Festival del film Locarno em 2014, “Ossos”, “Ralé”, exibido no 34º Filmfest Munchen em 2016 e “A Moça do Calendário”, roteiro original de Rogério Sganzerla, lançado nos cinemas no segundo semestre de 2018 após ser exibido e premiado em festivais. Seu último longa-metragem é o documentário “Fakir”, premiado como Melhor Filme pelo Júri Popular do 9º CineFantasy 2019 e Melhor Filme Longa-Metragem pelo Júri Oficial do 1º Festival As Amazonas do Cinema 2020.

DIA: 15/12 (TERÇA-FEIRA)

HORÁRIO: 16h

DURAÇÃO: 1 HORA

PÚBLICO: ALUNOS, PROFESSORES E PÚBLICO EXTERNO

ASSUNTO DO DEBATE: DO CINEMA NOVO AO CINEMA CONTEMPORÂNEO PASSANDO PELO CINEMA MARGINAL: A TRAJETÓRIA DE UMA ATRIZ INQUIETACONVIDADA: HELENA IGNEZ

Vestibular FAAP 2024

Inscreva-se

Outras notícias que você também pode gostar

Você está vendo:

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP


Direito

Folha de S. Paulo destaca parceria da FAAP com universidades europeias para alunos de Direito 

Conforme destacado pelo jornal Folha de S. Paulo, a Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) firmou uma parceria estratégica com três universidades europeias. A colaboração visa enriquecer a experiência acadêmica dos alunos de Direito da instituição, proporcionando-lhes oportunidades únicas de intercâmbio internacional.  A notícia ganha destaque ao ressaltar que, ao participarem desse intercâmbio, os alunos da FAAP não apenas ampliam seus horizontes culturais, mas também não perdem o semestre letivo. Essa abordagem permite que os estudantes vivenciem novas perspectivas acadêmicas e culturais, sem comprometer seus estudos.  A FAAP, reconhecida por sua visão globalizada, já possui convênios com mais de 350 universidades ao redor do mundo, consolidando-se como uma instituição comprometida com a formação acadêmica internacional de seus alunos. A parceria com universidades europeias para os alunos de Direito é mais um passo em direção à excelência acadêmica e à formação de profissionais globais, prontos para enfrentar os desafios da profissão.  O coordenador do curso, Fernando José da Costa, ressalta que “Ter vivido e estudado no exterior é frequentemente valorizado pelos empregadores, destacando a adaptabilidade, a diversidade de perspectivas e o empenho em desafios impostos por conviver em outros países”.  Destacando o compromisso da FAAP em preparar profissionais capazes de lidar com as demandas contemporâneas, o curso de Direito da instituição visa formar estudantes não apenas como juristas, mas como agentes ativos em uma sociedade cada vez mais complexa. O programa oferece uma abordagem holística, permitindo que os alunos compreendam aspectos históricos, políticos e econômicos em um contexto nacional e internacional.  Leia a matéria completa: clique aqui  O CURSO DE DIREITO FAAP  O curso de Direito da FAAP proporciona uma formação abrangente e aprofundada sobre as relações humanas, as práticas legais e o funcionamento dos sistemas jurídicos. São oferecidas todas as matérias tradicionais da formação jurídica (Direito Civil, Direito Penal, Direito Constitucional, Direito Processual, Direito Empresarial, Direito Internacional, Ética Profissional etc.) em conjunto com atividades culturais e disciplinas humanísticas (Teatro, Oratória, Filosofia, Psicologia etc.), que permitem conhecimentos sobre Justiça e Poder, Segurança Pública e Segurança Jurídica, Tecnologia e Relações Digitais, Direito Ambiental Empresarial, Direito Desportivo, Direito do Entretenimento


Design

Da FAAP para o mundo: Bianca Cutait fala sobre sua trajetória como marchand em Nova York

A ex-aluna Bianca Cutait voltou ao campus da FAAP nesta terça-feira, 06, para falar sobre a carreira de sucesso que vem construindo como marchand no disputado mercado de artes em Nova York. Ela participou de uma live conduzida pelo professor Rubens Fernandes Junior. Desde que saiu da FAAP, Bianca se especializou no mercado de artes, galerias e grandes exposições. Ela tem o orgulho de dizer que é a primeira (e única!) executiva latina da casa de leilões Bonhams, uma das maiores e mais renomadas do mundo. De passagem no Brasil para captar obras para consignar para os Estados Unidos, Europa e outros lugares, a executiva acredita que os olhos estão voltados para o mercado de arte brasileiro. Bianca contou que já ocupou cargos em diversas posições na indústria da arte no Brasil, Estados Unidos e Suíça. De perfil “mão na massa”, ela chegou a varrer o chão e pintar paredes de galerias, até alcançar a importante posição que ocupa hoje. A paulistana também já escreveu sobre o mercado de arte para publicações de grande porte, como Robb Report Brasil, Forbes e Vogue. “A educação formal universitária é extremamente importante para os passos que você vai dar na frente”, disse Bianca. Ela contou que a FAAP foi um dos principais pilares de sua carreira. Ela ingressou como aluna de Administração, mas no meio do curso decidiu fazer uma transferência interna para Relações Públicas, área na qual se formou. Bianca hoje trabalha na Bonhams como especialista em arte do pós-guerra e contemporânea. E, além disso, também fundou uma consultoria de arte internacional com uma galeria em Miami, exibindo tanto artistas americanos quanto latino-americanos. Ela também é proprietária em um negócio de produtos de canabidiol nos Estados Unidos e especialista em NFTs. Durante a entrevista, Bianca revelou que é fluente em português, inglês, espanhol, italiano e estudante de francês. Diz que é curiosa e nerd, e aprendeu línguas para poder ler histórias e textos nas suas línguas nativas, não só as peças traduzidas. Assista aqui a entrevista na íntegra. A entrevista foi conduzida pelo professor Rubens Fernandes Junior, que além de uma belíssima carreira de mais de quatro décadas na FAAP é um importante pesquisador, colecionador e crítico de fotografia, ex-curador de fotos da Pinacoteca e do MASP e organizador de diversos livros e exposições sobre o

Fique por dentro de tudo o que acontece na FAAP

Newsletter